sábado, 31 de dezembro de 2011

O Clube do Bilhão

O Clube do Bilhão, como já disse no post anterior, se refere aos 10 filmes que já passaram a barreira do bilhão nas bilheterias mundiais, desconsiderando-se a inflação que, se ajustada aos valores atuais, colocaria, por exemplo, os 400 milhões feitos por ...E O Vento Levou em 1939 ao incrível patamar de 3 bilhões! Uma curiosidade é que desses 10 filmes, 6 foram lançados só de 2009 pra cá. Isso só graças a inflação, claro, o que quer dizer por exemplo, que mesmo Avatar (2009) sendo o número 1,  ele não teve o mesmo público que Titanic, lançado em 1997 e que não teve os preços do ingresso elevados por causa do 3D. Outra curiosidade é que a única franquia que tem dois filmes nesse ranking é Piratas do Caribe. e também desse 10, 6 tiveram o acrésimo do 3D.

1-Avatar ($2,782,300,000)



Avatar foi lançado em 2009, foi dirigido por James Cameron e despertou o desejo das pessoas irem ao cinema para vê-lo em 3D, já que o 3D de Avatar foi revolucionário. O filme recebeu boas críticas e recebeu uma indicação ao Oscar de melhor filme. O filme tirou o recorde de Titanic, que era a maior bilheteria mundial desde 1997. Os mais de 2 bilhões e 700 milhões de Avatar, além de garantirem duas sequências (previstas para 2014 e 2015), provavelmente farão com que ele ocupe este posto até ano que vem, pelo menos...

2-Titanic ($1,843,200,000)



Titanic, lançado em 1997, também impressionou por ser o 1º filme a ultrapassar a barreira do bilhão. A crítica torceu o nariz para o filme antes dele ser lançado, pois muitos achavam que ia se tratar de "só mais um filme sobre o naufrágio de Titanic". A Fox com medo de ter um prejuízo muito grande, já que o custo tinha sido de 200 milhões para fazê-lo, decidiu dividir tudo com a Paramount, não importando se fosse lucro ou prejuízo. Bem, depois do lançamento, os críticos tiveram que se render a essa obra-prima dirigida por James Cameron e Titanic se tornou um fenômeno no mundo inteiro, levando 11 Oscars para casa. Aliás, ano que vem, como seu relançamento tão aguardado em 3D o filme pode recuperar novamente o nº 1, hoje de Avatar. Tudo o que precisa acontecer é que seu relançamento arrecade pelo menos 950 milhões que, somados com o que já faturou em 1997, devolve o trono a Titanic.  

3-Harry Potter e as Relíquias da Morte, parte 2 ($1,328,100,000)




Harry Potter e as Relíquias da Morte, parte 2, lançado em 2011, é o final aguardado da franquia que durou dez anos Harry Potter, baseada nos livros de J. K. Rowling. Teve o acrésimo do 3D e seu sucesso serviu para provar que Harry Potter tem seu lugar entre as franquias mais bem-sucedidas dos últimos tempos.

4-Transformers 3 ($1,123,700,000)



Transformers 3 (ou Transformers: O Lado Oculto da Lua, como quiser), lançado em 2011, é o terceiro capítulo da franquia de Michael Bay, baseado nos brinquedos da Hasbro. Grande parte das pessoas preferiu ver esse filme em 3D, já que ele entra nos filmes com "bom 3D" e não o 3D desnescesário. Melhor que o segundo filme, sua bilheteria pode despertar um Transformers 4 nos próximos anos. Aguardemos.

5- O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei ($1,119,900,000)




O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei é o último filme da trilogia O Senhor dos Anéis. Dirigido por Peter Jackson, assim como os dois filmes anteriores, levou 11 estatuetas do Oscar para casa em 2003. A trilogia foi baseada nos livros de J. R. R. Tolkien e seus fãs aguardam ansiosos por O Hobbit: Uma jornada Inesperada, ano que vem, e sua sequência, em 2013, já que O Hobbit é o prelúdio de O Senhor dos Anéis. Aliás O Hobbit também é dirigido por Peter e é um grande candidato a ultrapassar a barreira do bilhão, também.

6- Piratas do Caribe: O Baú da Morte ($1,066,200,000)



Piratas do Caribe: O Baú da Morte, lançado em 2006, é o segundo filme da bem-sucedida franquia da Disney Piratas do Caribe. Foi recebido com ótimas críticas e é considerado por muitos o melhor filme da série ao lado do 1º. Já no ano seguinte tivemos a continuação que não alcançou o bilhão mas chegou bem perto. Anos depois Piratas do Caribe mostraria que ainda tem fôlego para ultrapassar o bilhão...

7-Toy Story 3 ($1,063,200,000)



Toy Story 3, lançado em 2010 pela Disney Pixar é o único filme de animação a ultrapassar o bilhão.Também lançado em 3D junto com o relançamento de seus antecessores (em 3D, também). O filme fez mais que o dobro de Toy Story 2 e recebeu ótimas críticas. Levou 2 Oscars e foi o terceiro filme de animação na história a concorrer ao Oscar de melhor filme (ao lado de Up - Altas Aventuras e A Bela e a Fera). Houveram boatos de um quarto Toy Story, mas a Pixar não confirmou... porém não desconfirmou, também.

8- Piratas do Caribe: Navegando em águas misteriosas ($1,043,900,000)




Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas, o quarto filme da franquia Piratas do Caribe, lançado em 2011, foi o primeiro da série que teve o acrésimo do 3D e o segundo Piratas que passou o bilhão (tornando Piratas do Caribe a única franquia, até agora, a ter dois filmes no Clube do Bilhão). As críticas não foram as melhores, com muitos dizendo que "era só mais um Piratas, sem nada de mais". Porém, parece que as pessoas não deram bola e foram ver o filme mesmo assim. Só que o 3D, não foi dos melhores, mas tudo bem. Os fãs perdoam o capitão Jack Sparrow e aguardam o muito provável Piratas 5.

9-Alice no País das Maravilhas ($1,024,300,000)



Alice no País das Maravilhas, lançado em 2010, é a adaptação dos livros "Alice no País das Maravilhas" e "Alice Através do Espelho" de Lewis Carrol. Foi dirigido por Tim Burton é pegou carona na onda do 3D, popularizada por Avatar em 2009, mas que vem perdendo um pouco a força. As críticas não foram das melhores mas o visual e os efeitos especiais do filme forma elogiados, assim como a atuação de Helena Bonham Carter como a Rainha Vermelha. Johnny Depp é o único ator, aliás a ter 3 filmes que ultrapassaram o bilhão.

10-Batman - O Cavaleiro das Trevas ($1,001,900,000)




Batman - O Cavaleiro das Trevas, lançado em 2008, é o segundo filme da trilogia do Batman de Christopher Nolan. Trilogia que acaba ano que vem com Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge. O filme recebeu ótimas críticas principalmente por seu Coringa (interpretado por Heath Ledger). E é dito por alguns como o melhor filme do Batman de todos os tempos. É o único filme de super-herói a ultrapassar a barreira do bilhão e sua continuação é um grande candidato a fazer o mesmo.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Crítica: Missão: Impossível 4 - Protocolo Fantasma



Missão: Impossível 4 - Protocolo Fantasma (Mission Impossible - Ghost Protocol, 2011) dá um retorno digno à franquia Missão: Impossível . Se você está receoso em ver este filme, seja porque pensa que Tom Cruise não faz mais bons filmes ou porque acha que esta franquia já devia ter acabado, não fique! O filme é simplesmente um ótimo filme de ação com (ótimas) pitadas de comédia.
Eis a história do filme: Acusado pelo bombardeio terrorista ao Kremlin, o agente da IMF Ethan Hunt (Tom Cruise)  é desautorizado junto com o resto da agência quando o Presidente dá início ao “Protocolo Fantasma”. Deixado sem qualquer recurso ou apoio, Ethan tem que encontrar uma maneira de limpar o nome de sua agência e prevenir um outro ataque. Para complicar ainda mais as coisas, Ethan é forçado a assumir esta missão com uma equipe de colegas fugitivos da IMF cujos motivos pessoais ele não conhece completamente.
Há muitas cenas de ação (e também de perseguição) incluindo a escalada de Ethan no maior prédio do mundo (com impressionantes 829 metros de altura) em Dubai  e uma ótima perseguição em meio a uma tempestade de areia. E a história e os segredos são facéis de entender (já que são explicados de cabo a rabo).
Brad Bird, o diretor de Missão: Impossível 4 (que antes só havia dirigido filmes de animação, como Os Incriveís) fez um bom trabalho pra fãs (ou não-fãs) de M:I nenhum colocar defeito!

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Crítica: Moulin Rouge - Amor em Vermelho!



Moulin Rouge (Moinho Vermelho, em francês) pode ser definido como um bordel de muito glamour, um clube noturno com as mais belas dançarinas e cortesãs de Paris. É lá,em 1899, que se passa a história de Moulin Rouge - Amor em Vermelho!(Moulin Rouge,2001). Nicole Kidman interprete a cortesã Santine que acaba se envolvendo com o jovem poeta boêmio Christian(Ewan McGregor), o que gera a raiva do Duque de Monroth(Richard Roxburgh), já que Santine havia sido prometida à ele pelo dono do Moulin Rouge, Harold Zidler(Jim Broadbent)!
Esse filme do diretor Baz Lurhmann tem tudo de que um musical precisa para justificar seu sucesso: muito humor(principalmente dos personagens: Harold Zidler, dono do Moulin e do anão boêmio Toulouse interpretado por John Leguizamo), ótimas interpretações( principalmente de Nicole Kidman, belíssima), um casal cheio de amor(Christian e Santine), um ótimo visual e principalmente músicas excelentes! Não só as músicas já famosas como "Your Song", "One day I'll Fly Away" e "The Show Must Goes On" mas também a única música original do filme: "Come What May".Destaco também duas cenas: o primeiro encontro de Christian com Santine no "Elefante" e a noite de estreia do musical no Moulin Rouge, agora um teatro.
Apesar do final trágico do filme ele encerra com chave de ouro este musical, que fez muito sucesso pelo mundo numa época em que os musicais estavam desacreditados.

Crítica: Winnie the Pooh



O que achei de Winnie the Pooh (2011)? O melhor filme de animação que vi este ano! Mas, peraí, não é um filme muito infantil? Não. Claro, o filme apresenta aquela mensagem clichê não só dos filmes do Ursinho Pooh como de qualquer flme infantil: Amizade acima de tudo, até do desejo de mel (ou HUNNY) do Pooh! As músicas também não são as mais adultas, por assim dizer, mas não deixam de serem muito bonitas(em especial: "So long" de Zooey Deschanel).
O visual do filme é espetacular, afinal os filmes que marcaram as infâncias de muitos, inclusive a minha, eram os desenhados a mão, em 2D mesmo. O filme traz aquela nostalgia gostosa nos adolescentes e adultos e faz uma ótima apresentação dos personagens para as crianças mais novas que não conheciam Pooh, Leitão, Tigrão, Coelho e toda a turma! Além disso um dos pontos mais fortes do filme é um humor que também vai arrancar boas risadas dos adultos! O que dizer dos planos do Ursinho Pooh para pegar mel ou quando o Leitão vai ao resgate da turma que caiu no buraco, feito para pegar o monstro Voltologo que (supostamente) pegou o Christopher Robin. Aliás essa "busca" pelo Voltologo, os planos de Pooh para pegar mel e o concurso para ver quem acha uma nova cauda para o Ió é o que move o filme!
Ao final só resta duas críticas negativas à este excelente filme: 1)O fato do título não ter sido traduzido no Brasil para "O Ursinho Pooh"; e 2)A duração do filme que poderia ter sido mais longa do que seus poucos 60 minutos.

Indicados ao Globo de Ouro 2012

E aqui estão os indicados ao Globo de Ouro 2011,sendo
que O Artista é o filme com maior número de indicações
(6, ao todo):

 Melhor filme - drama
"Os descendentes" (2011)
"Histórias cruzadas" (2011)
"A invenção de Hugo Cabret" (2011)
"Tudo pelo poder" (2011)
"O homem que mudou o jogo" (2011)
"War horse" (2011)

Melhor filme - musical ou comédia
"The artist" (2011)
"Missão madrinha de casamento" (2011)
"50%" (2011)
"Meia-noite em Paris" (2011)
"My week with Marilyn" (2011)

Melhor ator - drama
George Clooney, "Os descendentes" (2011)
Leonardo DiCaprio, "J. Edgar" (2011)              
Michael Fassbender, "Shame" (2011)
Ryan Gosling, "Tudo pelo poder" (2011)
Brad Pitt, "O homem que mudou o jogo" (2011)

Melhor atriz - drama
Glenn Close, "Albert Nobbs" (2011)
Viola Davis, "Histórias cruzadas" (2011)
Rooney Mara, Millennium - "Os homens que não amavam as mulheres" (2011)
Meryl Streep, "A dama de ferro" (2011)
Tilda Swinton, "We need to talk about Kevin" (2011)

Melhor ator - musical e comédia
Jean Dujardin, "The artist" (2011)
Brendan Gleeson, "O guarda" (2011)
Joseph Gordon-Levitt, "50%" (2011)
Ryan Gosling, "Amor a toda prova" (2011)
Owen Wilson, "Meia-noite em Paris" (2011)

Melhor atriz - musical e comédia
Jodie Foster, "Carnage" (2011)
Charlize Theron, "Jovens adultos" (2011)
Kristen Wiig, "Missão madrinha de casamento" (2011)
Michelle Williams, "My week with Marilyn" (2011)
Kate Winslet, "Carnage" (2011)

Melhor ator coadjuvante
Kenneth Branagh, "My week with Marilyn" (2011)
Albert Brooks, "Drive" (2011)
Jonah Hill, "O homem que mudou o jogo" (2011)
Viggo Mortensen, "Um método perigoso" (2011)
Christopher Plummer, Toda forma de amor (2010)

Melhor atriz coadjuvante
Bérénice Bejo, "The artist" (2011)
Jessica Chastain, "Histórias cruzadas" (2011)
Janet McTeer, "Albert Nobbs" (2011)
Octavia Spencer, "Histórias cruzadas" (2011)
Shailene Woodley, "Os descendentes" (2011)

Melhor diretor
Woody Allen, "Meia-noite em Paris" (2011)
George Clooney, "Tudo pelo poder" (2011)
Michel Hazanavicius, "The artist" (2011)
Alexander Payne, "Os descendentes" (2011)
Martin Scorsese, "A invenção de Hugo Cabret" (2011)

Melhor roteiro
"The artist" (2011): Michel Hazanavicius
"Os descendentes" (2011): Alexander Payne, Nat Faxon, Jim Rash
"Tudo pelo poder" (2011): George Clooney, Grant Heslov, Beau Willimon
"Meia-noite em Paris" (2011): Woody Allen
"O homem que mudou o jogo" (2011): Steven Zaillian, Aaron Sorkin, Stan Chervin
     
Melhor canção original
"Albert Nobbs" (2011) - "Lay your head down"
"Gnomeu e Julieta" (2011): Elton John, Bernie Taupin - "Hello hello"
"Histórias cruzadas" (2011): Mary J. Blige, T. Newman, H. Mason Jr - "The living proof"
"Redenção" (2011) - "The keeper"
"W.E." (2011) - "Masterpiece"

Melhor trilha sonora
"The artist (2011)": Ludovic Bource
"Millennium - os homens que não amavam as mulheres" (2011): Trent Reznor, Atticus Ross
"A invenção de Hugo Cabret" (2011): Howard Shore
"War horse" (2011): John Williams
"W.E." (2011): Abel Korzeniowski

Melhor animação
"As aventuras de Tintim" (2011)
"Operação presente" (2011)
"Carros 2" (2011)
"Gato de botas" (2011)
"Rango" (2011)

Melhor filme em língua estrangeira
"Jin líng shí san chai" (2011)
"In the land of blood and honey" (2011)
"O garoto de bicicleta" (2011)
"A separação" (2011)
"A pele que habito" (2011)

Crítica: Gato de Botas


Quando fui ver Gato de Botas (Puss In Boots, 2011) pensei: "Não vai ser melhor que Shrek e Shrek 2". E realmente não é! Mas é muito melhor comparado à Shrek Terceiro e Shrek Para Sempre! Comparações com os filmes do ogro Shrek são normais, afinal Gato de Botas é o filme de um personagem surgido em Shrek 2 e presente em suas continuações.
Gato de Botas é um filme bem mais aventuresco do que os de Shrek. A trama que mostra a busca de Gato de Botas e seus amigos Kitty e Humpty Dumpty pela gansa dos ovos de ouro (aquela do Gigante do Pé-de-Feijão) ao mesmo tempo que têm que fugirem dos assassinos malvados Jack & Jill permite diversas cenas de perseguições e lutas em lugares com ótimos visuais! Mas também há muito humor, o que torna o filme engraçado assim como os de Shrek! Os outros personagnes dos contos de fadas só melhoram o filme apesar de Humpty Dumpty e Jack & Jill não serem muito conhecidos do público brasileiro. O filme acaba sendo uma das melhores animações desse ano e não um caça-níquel que não se preoucupa com qualidade. Ah, e o 3D é muito bom e vale a pena! Quando começa a passar a última cena do filme ao som de "Americano" de Lady Gaga, cujo o tango eletrõnico combina muito bem com local onde se passa o filme (Espanha), você percebe que o Gato realmente tem talento para estrelar seu próprio filme! 

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Um Blog sobre Filmes...

Oi! Esse é um blog sobre filmes em que os posts predominantes serão critícas curtas e algumas notícias regularmente! Conto com o apoio de todos para que esse blog fique cada vez melhor! Lembrando que as criticas não são somente de filmes atuais e sim de diversas épocas! Espero que gostem!