sábado, 2 de junho de 2012

Crítica: Branca de Neve e O Caçador



O conto dos Irmãos Grimm da Branca de Neve já foi adaptado algumas vezes ao cinema. A mais conhecida talvez seja a adaptação da Disney Branca de Neve e os Sete Anões, em que as partes mais sombrias do conto foram retiradas e substituídas por uma versão mais "infantil". Já Branca de Neve e o Caçador traz ares bem mais sombrios e visuais arrasadores parecido com o conto original.
O filme conta a história de Branca de Neve que, ao lado do Caçador, dos oito anões e de outros bravos guerreiros tentará pôr um fim ao reinado tirano e impiedoso da Rainha Má Ravenna. Logo quando começa o filme você já percebe que os visuais prometem ser arrasadores e, de fato, são. As vezes você até se perde admirando os cenários e efeitos especiais, tamanha são sua beleza e perfeição. Mas os elogios não ficam só aí. Charlize Theron está perfeita como a verdadeira Rainha Má. Theron consegue interpretar com perfeição uma rainha má que odiamos, porém também entendemos o porque do seu ódio e rancor. Kristen Stweart, atriz que muitos torcem o nariz por causa da Saga Crepúsculo faz aqui um ótimo trabalho. Sua Branca de Neve é, ao mesmo tempo, feminina e guerreira e não uma sonsa como a do conto de fadas original ou a da Disney. Já aos personagens masculinos principais não há muito o que dizer: o Caçador (Chris Hemsworth) e Willian (Sam Cliflin) são papéis simples, e seus atores o realizam bem. (aliás ao contrário do que pode se pensar, não há espaço para romance no filme, como os trilers dão a entender, entre Branca e O Caçador). Destaque maior merece os oito Anões, interpretados com capacidade pelos atores Ian  McShane, Johnny Harris, Bob Hoskins, Toby Jones, Eddie Marsan, Brian Gleeson, Ray Winstone e Nick Frost.. A história do filme é bem conduzida, e o filme não tem um ritmo lento.  Porém há duas cenas que são desnescesárias e só devem ter sido incluídas por sua perfeição técnica: a luta com o Troll e o passeio um tanto demorado pelo bosque. E o final claro, é previsível. Ah, e merece elogios também a música dos créditos finais de Florence + and the machine, "Breath of Life" que combina com o filme. 
No mais, Branca de Neve e O Caçador é superior a outra grande adaptação dos últimos anos Alice no País das Maravilhas (que também considero boa) e merece ser visto.




Nenhum comentário:

Postar um comentário