domingo, 8 de julho de 2012

Crítica: O Espetacular Homem-Aranha


Havia muitos olhares negativos a este filme antes de sua estreia. Afinal, ele é um reboot de uma franquia que começou há apenas 10 anos. E o último filme da trilogia original foi lançado em 2007 somente cinco anos atrás. A primeira trilogia havia tido Sam Raimi como diretor e Tobey Maguire no papel de Peter Parker. Neste reboot, os dois são substituídos por Marc Webb e Andrew Garfield, respectivamente. E, é necessário dizer, foi uma boa troca.
A história do filme é simples. Assim como o Homem-Aranha de 2002, este aqui narra a história de como Peter Parker, um garoto inteligentíssimo que sofre bullying na escola e vive com os tios depois da fuga dos pais  quando criança, se tornou um herói depois de ser picado por uma aranha. Mas, diferente do primeiro filme do Aranha, o vilão agora é o Lagarto.
Um dos principais méritos do filme é a atuação dos dois protagonistas: Andrew Garfield está perfeito como Peter Parker e até melhor do que Tobey no primeiro filme. E Emma Stone como Gwen Stacy também está excepcional. A química dos dois atores é excelente. Elogios devem ser dados, ainda, a Marc Webb e sua direção competente. O roteiro do filme não apresenta nenhuma novidade mas consegue divertir e emocionar. As cenas de ação são ótimas assim como os efeitos especiais. A trilha sonora de James Horner também se sobre-sai. E o 3D é um dos mais bem utilizados deste ano fazendo valer o preço do ingresso.
O Espetacular Homem-Aranha acaba por rebater todas as críticas negativas e se demonstra um ótimo recomeço para a franquia do herói; e, na minha opinião, o 2° melhor filme do Aranha até agora. Que venha sua continuação em 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário