quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Quais os próximos integrantes do Clube do Bilhão?

Este era o Clube do Bilhão até final do ano passado. Depois disso dois filmes o adentraram: Star Wars Episódio I - A Ameaça Fantasma (de 1999 que só passou o bilhão este ano graças ao seu relançamento em 3D - e ocupa atualmente a 10ª posição) e Os Vingadores (que ocupa a terceira posição). Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge será o próximo filme bilionário, afinal ele já tem US$960 milhões nas bilheterias e somente nesta semana estreou na China e Itália. Mas e depois dele? Qual será o próximo? Aqui estão alguns lançamentos de 2012 que podem alcançar esta marca:

-Procurando Nemo
Com estreia marcada para Setembro na América do Norte, o relançamento em 3D pode elevar a bilheteria atual do filme de US$867 milhões para mais de US$1 bilhão. Se isso acontecer, ele será o segundo filme de animação a atingir o bilhão. Para ler mais sobre as chances de isto acontecer, clique aqui.

-Amanhecer, parte 2
Estreando em Novembro, é o capítulo final da Saga Crepúsculo. O último filme fez US$705 milhões e este tem tudo para ultrapassar esta quantia. O último Harry Potter, por exemplo, teve uma aumento de 38% sobre seu antecessor. Se isso acontecer a Amanhecer, parte 2, ele fechará com US$973 milhões, um pouco menos do que a tão desejada marca. E é claro que a traição de Kristen Stewart que culminou com a separação na vida real dos protagonistas do filme também pode prejudicar um pouco seu desempenho.

-O Hobbit: Uma Jornada Inesperada
O úlitmo filme do Senhor dos Anéis fez US$1,119 bilhão há nove anos. O Hobbit, que estreia em dezembro, continua a franquia, sendo um prelúdio da trilogia original. Prelúdios normalmente fazem menos do que sequências, mas com nove anos de inflação e sendo o filme tão aguardado que é, se espera que o filme atinja a marca bilionária. Caso isto não aconteça, suas sequências (uma lançada em 2013 e a outra em 2014, fechando esta nova trilogia) ainda tem uma grande chance, especialmente a última.

O que de bom vi ultimamente I...

Estas novas postagens, intituladas "O que de bom vi ultimamente", listarei os filmes bons que vi (ou revi) nos últimos dias. Abaixo seguem os filmes bons que vi desde sábado até hoje, em ordem alfabética e dividido em duas categorias: os que vi pela primeira vez e os que revi.

Pela primeira vez:
-Jogos Vorazes (The Hunger Games, 2012) - Um ótimo drama de ação com atuações perfeitas e melhor do que todos os outros filmes para "Jovens Adultos" (incluindo Harry Potter).
-Jovens Adultos (Young Adult, 2011) - Um bom roteiro e uma atuação excepcional de Charlize Theron fazem uma ótima dramédia.
-O Ditador (The Dictator, 2012) - Vi nos cinemas está comédia hilária de Sacha Baron Cohen cheia de escatologias e humor pejorativo - o que é ótimo!
-O Exótico Hotel Marigold (The Best Exotic Marigold Hotel, 2012) - Uma linda comédia com atuações impecáveis de seus atores experientes.
-Predadores (Predators, 2010) - Se juntando a lista de bons filmes de ficção científica, Predadores mostra que a franquia Predador ainda tem potencial.
-Vírus (Carriers, 2009) - Um bom terror, porém mais drama do que sustos - o que não é exatamente algo ruim.

Revendo:
-Bambi (Bambi, 1942) - Um dos melhores clássicos Disney já feitos (e também um dos mais tocantes e assustadores)- e um dos favoritos do próprio Walt Disney.
-Pânico 2 (Scream 2,1997) - Se Pânico é o meu filme de terror favoito, este é o segundo. Uma das poucas sequências de terror que consegue manter a ótima qualidade do original. Mais sobre Pânico, aqui.
-Paranoia (Disturbia, 2007) - Uma espécie de Janela Indiscreta moderno, Paranoia é um ótimo thriller com bom roteiro e um ótimo trabalho do protagonista Shia LaBeouf.
-Winnie the Pooh (Winnie the Pooh, 2011) - Revendo este filme, volto atrás e reafirmo o que já havia dito aqui: Pooh é o meu filme favorito de animação de 2011.

sábado, 18 de agosto de 2012

E em Agosto nos Cinemas...

Meio tarde, mas aí estão os lançamentos deste mês que me interessaram e que pretendo ver nos cinemas. E dos três filmes do mês anterior, novamente vi apenas dois (O Espetacular Homem-Aranha e Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge.


-Um Divã para Dois
Estreia: 17 de Agosto
Já vi este filme (que me chamou a atenção pelo seu elenco e pelo seu trailer) e se quiser saber o que achei, leia a crítica aqui.


NOTA: Esse filme não estreou na minha cidade.
-A Casa Silenciosa
Estreia: 24 de Agosto
Um terror que chama a atenção principalmente pela atuação de sua protagonista Elizabeth Olsen.


NOTA: A estreia foi adiada para 7 de setembro.
-O Legado Bourne
Estreia: 24 de Agosto
Nunca vi os outros três filmes da saga Bourne, mas mesmo assim este aqui despertou minha curiosidade.

Crítica: Um Divã para Dois


Um Divã para Dois (Hope Springs, 2012) conta a história de Kay (Meryl Streep) e Arnold (Tommy Lee Jones) que estão casados há 31 anos, porém nos últimos anos a relação esfriou consideravelmente. Em busca de voltar a ter uma relação de verdade com o homem que ainda ama, Kay decide inscrever os dois numa terapia de casal com o Dr. Bernie Feld (Steve Carell). Esta é a sinopse da comédia/drama Um Divã para Dois do mesmo diretor de O Diabo Veste Prada, David Frankel.
O maior destaque do filme são as atuações dos protagonistas Meryl Streep e Tommy Lee Jones. Ambos impecáveis tanto nas partes engraçadas quanto nas dramáticas (que aliás o filme sabe mesclar muito bem) são possíveis apostas no próximo Oscar. Meryl mais ainda, já que dos últimos 9 Oscars, ela foi indicada a 5 (inclusive vencendo um). Steve Carell também nos dá uma atuação sólida. O roteiro é bem estruturado e estabelece otimamente o casal e seus problemas, deixando o filme ainda mais "bonito" para quem consegue se identificar com os protagonistas. Vale destacar ainda as belas músicas (nenhuma original) utilizadas durante todas as cenas sem falas, incluindo "Why" de Annie Lennox cuja letra é facilmente ligada a história do filme.
No final, Um Divã para Dois é um ótimo filme com ótimas atuações mais uma boa história. De certa forma (incluindo pela época de lançamento) é o Histórias Cruzadas deste ano. E também um possível indicado ao próximo Oscar.

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Grandes Franquias IV: Alien

A franquia Alien conta com 5 filmes. São eles o Alien original de 1979, três sequências e um prelúdio, todos ambientados no mesmo universo. Um marco na história da ficção cientifica, cujos pontos altos foram dirigidos por Ridley Scott e James Cameron. Também rendeu uma das maiores heroínas do cinema (Ellen Ripley, brilhantemente interpretada por Sigourney Weaver) e um dos maiores vilões (o Alien). A seguir um pouco mais sobre cada filme. (Nota: Alien vs. Predador e sua sequência não constam aqui pois, apesar de ter o antagonista principal da franquia, não são ambientado no mesmo universo e ignoram completamente os filmes anteriores -basicamente, um puro caça-níquel.)

-Alien - O 8° Passageiro



Lançado em 1979 revolucionou um dos maiores gêneros do cinema: o de ficção cientifica. Um sucesso de bilheteria que ligou para sempre o nome de Ridley Scott ao gênero. A história da busca pela sobrevivência  da tripulação da nave Nostromo que está presa com um Alien feroz e assassino é também um sucesso de crítica extraordinário. Também quebrou os parâmetros ao apresentar não um herói, mas uma heroína (que apesar de hoje ser comum, há mais de três décadas atrás, não era). Sigourney Weaver ficou pra sempre ligada a Ellen Ripley, sua personagem mais conhecida. O filme foi indicado a diversos prêmios incluindo dois Oscars (acabou levando um: o de Melhores Efeitos Especiais). A Fox ficou tão feliz com os resultados deste filme que produziu uma continuação que foi lançada 7 anos depois. Sim, em média a franquia Alien ganha um novo filme de 6 em 6 anos.

-Aliens - O Resgate



Melhor que o anterior em todos os aspectos, com exceção do suspense, este filme foca mais na ação. Foi lançado em 1986 e tem direção de James Cameron. Aqui Weaver tem protagonismo completo. A dramaticidade de sua personagem é intensificada com o seu laço de afeição a pequena menina Newt, a qual tenta resgatar a todo o custo. Indicado a 7 Oscars, inclusive um inesperado a Sigourney Weaver (já que é muito dificil uma atriz ser indicada ao Oscar por ser protagonista de um filme de ação/aventura -ainda mais de ficção científica), foi seguido por uma continuação anos depois.

-Alien 3



Provavelmente o pior dos filmes de Alien já feito até hoje foi lançado em 1992. Começando já ruim ao matar três dos sobreviventes do último filme, a história de Ripley liderando os presos da prisão espacial contra a criatura assassina não empolga. Apesar disso o filme tem alguns bons momentos (inclusive um, no mínimo, assustador) e Sigourney Weaver nos presenteia com mais uma ótima atuação como Rilpey. As críticas foram ruins (as piores da franquia) mas o filme dirigido por David Fincher foi um sucesso de bilheteria e indicado ao Oscar de Efeitos Especiais -que não ganhou.

-Alien - A Ressurreição



A simples sinopse do filme pode estragar a surpresa do filme anterior, por isso não falarei sobre ela aqui. Mas o filme lançado em 1997 apresenta uma evolução no anterior. Talvez seja a sequência com menos ação de Alien junto com o primeiro filme. Foi dirigido por Jean-Pierre Jeunet e foi um sucesso de bilheteria tão grande quanto seu antecessor. Depois deste filme teríamos dois Alien vs. Predador em 2004 e 2007. A franquia Alien em si (que poderia ter tido um Alien 5 dirigido por James Cameron, plano que foi abandonado com o sinal verde para a produção de AvP) só seria retomada 15 anos depois com um prelúdio denominado Prometheus.

-Promehteus



O prelúdio de Alien foi lançado em 2012 e dirigido por Ridley Scott. Recebido com a terceira melhor aprovação dos cinco filmes (somente atrás de Alien e Aliens) é a maior bilheteria da franquia, tendo arrecadado mais de US$400 milhões até o momento. Desta vez, a nave que chega ao planeta de Alien alguns anos antes de Nostromo é Prometheus. O filme também tem uma protagonista feminina forte como nos filmes anteriores. Só que neste é Elizabeth Shaw, interpretada por Noomi Rapace numa ótima atuação. Leia a crítica de Prometheus aqui. É quase certeza que uma sequência virá (já que o filme deixa o final totalmente em aberto -e para uma sequência cada vez mais distante de Alien, mas ainda assim no mesmo universo), mas não antes de 2014. Os fãs de Prometheus e (talvez) Alien aguardam ansiosos. .

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Boas estreias para Bourne, Candidatos e Divã

Na América do Norte, O Legado Bourne estreou em primeiro lugar como era esperado. O reboot da franquia Bourne que troca o ator Matt Damon pelo menos conhecido Jeremy Renner fez uma bilheteria de US$38 milhões. Apesar desse número ser menor que o dos dois últimos filmes, é uma boa quantia. Isso porque, além de ter um protagonista diferente e menos famoso (mas vele notar que Renner vem aumentando cada vez mais a sua popularidade com duas indicações ao Oscar -uma em 2009 por Guerra ao Terror e outra em 2010 por Atração Perigosa- e dois blockbusters -M:I IV e Os Vingadores) e por ser o reboot que, quase sempre, registram menos que seus antecessores (O Espetacular Homem-Aranha e X-Men - Primeira Classe). Dependendo do desempenho nas próximas semanas e de quanto a estreia de Os Mercenários 2 o afetará. Em segundo lugar, outra estreia: a comédia política Os Candidatos que fez bons US$27 milhões. Em terceiro, o campeão das três semanas anteriores: Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge com US$19 milhões para um total de US$390 milhões até segunda. O filme ainda tem chance de fazer US$450 milhões por lá. Em quarto a estreia que foca mais no público adulto: a dramédia  protagonizada por Meryl Streep e Tommy Lee Jones, Um Divã para Dois com quase US$15 milhões, o total esperado não para os seus primeiros três dias (sex-sáb-dom) mas para os primeiros cinco (o filme estreou na quarta).

Fora da América do Norte Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge elevou seu total mundial para US$837 milhões e com estreias ainda pendentes na China e Itália, há uma grande chance dele ultrapassar o bilhão. A comédia Ted fez mais US$20 milhões para um total mundial de US$323 milhões. O Vingador do Futuro fez mais US$18 milhões e seu total fora da América do Norte é de US$27 milhões. Como o filme está tendo um péssima campanha nos E.U.A e Canadá, é dificil dizer se seu desempenho no resto do mundo salvará o filme do fracasso. Valente elevou seu total mundial para US$374 milhões e A Era do Gelo 4 para US$767 milhões.

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Batman e A Era do Gelo ultrapassam os US$700 milhões


Neste final de semana dois filmes tiveram sua estreia nos E.U.A e Canadá e ambos, apesar de sólidos, ficaram abaixo das expectativas. Em primeiro lugar ficou Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge com US$35 milhões. Sua bilheteria ainda está US$40 milhões abaixo da do filme anterior durante o mesmo número de dias, mas até o próximo domingo o filme deve ultrapassar os US$400 milhões por lá. Depois de três semanas seguidas em primeiro lugar, Batman pode ser destonado amanhã com o lançamento da comédia de Meryl Streep e Tommy Lee Jones, Um Divã para Dois. Caso isto não ocorra sexta certamente O Legado Bourne deve ocupar a primeira posição. Em segundo lugar a estreia O Vingador do Futuro, remake de um filme de mesmo nome de 1990 protagonizado por Arnold Schwarzenegger. Este remake protagonizado por Colin Farrell fez US$25 milhões na sua estreia. Não que seja ruim para um remake de ficção cientifica, mas uma quantia péssima se levarmos em conta seu orçamento de US$125 milhões. Em terceiro a outra estreia, Diário de um Banana 3 com US$14 milhões. Isto é menos do que a estreia do primeiro filme (US$22 mi) e do que o segundo (US$23 mi). Respectivamente suas bilheteria por lá foram de US$64 e US$52 milhões. Este terceiro deve fazer algo em torno de US$40 a 50 milhões. E em quarto A Era do Gelo 4 com US$8 milhões, para um total por lá de  US$132 milhões. O filme deve fechar com US$150 milhões.


Fora da América do Norte, Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge já acumula US$378 milhões para um total mundial de US$737 milhões. É, até o momento, o segundo filme mais lucrativo de 2012 somente atrás de Os Vingadores. A Era do Gelo 4 tem US$584 milhões para um total mundial de US$715 milhões, o terceiro filme mais lucrativo deste ano.

domingo, 5 de agosto de 2012

Grandes Franquias II: Batman

A franquia do super-herói Batman começou definitivamente com Batman em 1989 e até este ano terá 7 filmes. Foram 2 dirigidos por Tim Burton, 2 por Joel Schumacher e 3 por Christopher Nolan .

-Batman



O primeiro filme do Batman a ser lançado no cinema não foi esse. Mas eese foi o primeiro em que realmente se investiu pesado na produção e lançamento pela Warner Bros. em 1989. Batman, dirigido por Tim Burton fez uma estrondosa bilheteria ($411,000,000)  e recebeu ótimas críticas especialmente pela atuação de Jack Nicholson como o Coringa e pelos visuais darks do filme (e só ver o design de Gotham City).

-Batman: O Retorno



Batman: O Retorno foi lançado em 1992 foi também dirigido por Tim Burton. As crítitcas foram ainda melhores que as do primeiro filme e o visual ainda mais dark (o que é ótimo). Mas infelizmente a bilheteria, 150 milhões de dólares menor que a de Batman, fez com que a Warner Bros. mudasse os ares do terceiro filme.

-Batman Eternamente



A Warner Bros. achou que a baixa bilheteria do filme anterior fosse devido aos tons mais dark e a violência. Então para esse filme, trocou-se o diretor (agora, Joel Schumacher), amenizarem-se os tons darks, trocou-se o elenco e entrou Robin. Batman Eternamente foi lançado 1995 e recebeu críticas piores que os dois filmes anteriores (acabou-se que nenhuma mudança feita foi melhor para a qualidade do filme) mas a bilheteria 90 milhões de dólares maior que a do filme anterior fez com que chegasse a luz do dia o pior filme do Batman...

-Batman & Robin



Que a verdade seja dita: Batman & Robin é um dos piores filmes de super-herói já feitos até hoje. O filme recebeu péssimas críticas e teve a pior bilheteria da série em 1997. Mas graças a Deus, o estrago que Joel Schumacher fez a franquia acabou aqui.

-Batman Begins



Batman Begins foi um reboot da franquia Batman, dirigido por Christopher Nolan e lançado em 2005. As críticas foram ótimas e o filme voltou com os dons darks. Batman Begins fez mais de 370 milhões de dólares nas bilheteriaas do mundo todo e foi a primeira parte da trilogia de Nolan que acaba este ano, aliás.

-Batman: O Cavaleiro das Trevas



Batman: O Cavaleiro das Trevas, lançado em 2007, marcou a franquia Batman. Não só pela excelente atuação de Heath Ledger, que recebeu um Oscar póstumo por seu Coringa, mas também porque o filme ultrapassou o Bilhão de dólares nas bilheterias, sendo até hoje o único filme de super-heróis a conseguir tal feito. É considerado por alguns o melhor filme do Batman.

- Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge



Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge é o final da trilogia de Christopher Nolan. Lançado em julho de 2012 foi recebido com ótimas críticas, o que fez com que a trilogia de Nolan fosse considerada uma das melhores do cinema. Foi o terceiro filme de super-herói a ultrapassar o bilhão na história (quando isto acontecer este post será atualizado novamente). Leia a crítica deste filme aqui. O futuro de Batman nos cinemas deverá ser apresentado em 2015 no filme da Liga da Justiça.

sábado, 4 de agosto de 2012

Crítica: Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge


Como todos já devem saber, Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge encerra a trilogia do Batman do diretor Christopher Nolan, que também foi o roteirista. Tudo começou em 2005 com Batman Begins e continou em Batman -O Cavaleiro das Trevas em 2008 (um dos filmes de super-herói mais elogiados de todos os tempos). Se quiser ler mais sobre os outros filmes do Batman, clique aqui.
Este último filme começa oito anos depois do segundo, com Batman - Bruce Wayne (Christian Bale)- "aposentado" depois dos eventos finais de O Cavaleiro das Trevas. Mas com uma nova ameaça sobre Gotham, o terrorista Bane (Tom Hardy), Batman deve voltar a ativa. E ainda tem que lidar com a perigosa ladra Selina Kyle (Anne Hathaway), a Mulher-Gato.
O encerramento da trilogia é excelente. O roteiro, muito bem estruturado (assim como os dos filmes anteriores), nos faz crer que Bane é realmente o vilão mais poderoso que Batman já enfrentou. Afinal como o próprio personagem diz, ele vai quebrar a alma e o corpo de Bruce. Sim, mais poderoso que Ra´s al Ghul e O Espantalho (vilões de Batman Begins) e do que Duas-Caras e até Coringa (do segundo filme). Tom Hardy dá uma ótima atuação e fica excelente no papel. Já a outra vilã da história, a Mulher- Gato é muito bem representada por Anne Hathaway e sua química com Christian Bale (que nos dá sua atuação mais madura como Batman de toda a franquia) é excelente. E não podemos esquecer de Michael Caine (o mordomo Alfred que acaba dando os momentos mais dramáticos com suas brigas com Bruce), Morgan Freeman (Lucius Fox) e Gary Oldman (o comisário James Gordon), mas esses nem exigem muitos comentários - ótimos!
É bom você ter visto recentemente Batman Begins e Batman - O Cavaleiro das Trevas, já que muitos elementos dos filme anteriores reaparecem neste. Sobre os rumos da franquia no futuro, é díficil dizer. Mas pelo final (aliás os últimos 30 minutos são cheio de reviravoltas e revelações) eu torço mais para uma ótima continuação do que um reboot. Christopher Nolan arrumou a casa bem demais para tudo ser jogado fora num recomeço. No final, Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge pode não ter uma atuação tão marcante quanto a de Heath Ledger no filme anterior, mas tem um final perfeito a uma das melhores trilogias de todos os tempos
                                      .