domingo, 4 de novembro de 2012

Análise: Disney e seu Crescente Império Cinematográfico


Desde o início da Pixar Animation Studios a Disney já tinha direito sobre seus filmes até oficialmente compra-lá em 2006 por mais de US$7 bilhões. Em 2009, Disney comprou a Marvel por US$4 bilhões, o que deu a ela o direito, a partir deste ano, sobre os filmes do Universo Cinematográfico Marvel. E agora, semana passada, a The Walt Disney Company adquiriu a Lucasfilm por US$4 bilhões.
Essas três compras significaram trilhões de dólares de lucro para a Disney em diversas áreas. Entretanto analisarei aqui somente os lucros da parte cinematográfica que estas transações geraram. Por exemplo, mais de 74% dos lucros da Disney nos cinemas norte americanos este ano vieram de filmes da Pixar e da Marvel. Em 2012, na América do Norte, foram Os Vingadores (US$623 milhões) da Marvel; e Valente (US$236 milhões) e o relançamento em 3D de Procurando Nemo (US$40 milhões), ambos da Pixar. E para esse ano ainda teremos Monstros S.A em 3D que deve fazer mais de US$50 milhões por lá, já que será o único filme essencialmente infantil nos meses de Dezembro e Janeiro. Para ano que vem, além de Monstros S.A, teremos Universidade Monstros (da Pixar) e Homem de Ferro 3(que, acredite ou não, tem chance de ultrapassar o bilhão mundialmente) e Thor 2 (ambos da Marvel). Para 2014, serão O Bom Dinossauro (da Pixar) e Capitão América 2 e Guardiões da Galáxia (ambos da Marvel). E, por último, 2015 promete ser o melhor ano da Disney na história com dois filmes da Pixar sem título (nota: esta será, caso de fato ocorra, a 1ª vez na história que a Pixar lança dois filmes no mesmo ano. Provavelmente uma resposta da Disney a DreamWorks que vem agendando um total de 3 filmes por ano. Assim a batalha ficaria por igual, com 1 Clássico Disney e 2 Disney Pixar); Os Vingadores 2 e Homem-Formiga (ambos da Marvel); e Star Wars Episódio VII (da Lucasfilm).
E os Episódios VIII e IX de Star Wars deverão ser lançados em 2018 e 2021, respectivamente. Além disso uma outra trilogia (os episódios X, XI e XII) , que deverá ser, definitivamente, a última, também deve ser lançada. Tudo graças a Lucasfilm.
Já sobre a Marvel, Homem de Ferro, Thor e Capitão América deverão ter outras continuações. Os Vingadores também. Guardiões da Galáxia e Homem-Formiga idem, caso façam sucesso. Uma futura continuação para O Incrível Hulk também deve ocorrer depois de Os Vingadores 2. Além disso, está sendo estudada a possibilidade de filmes de baixo orçamento (US$20 a US$40 milhões) de heróis menos conhecidos como Dr. Estranho e Cristal, entre outros. Fora isso, um Clássico Disney adaptando o esquadrão de super-heróis da Marvel, Big Hero 6, está em estudo.
E por último, da Pixar, teremos os dois filmes sem título de 2015, sendo que um deles "levará você para dentro da mente de uma garotinha". Para 2016, o maior lançamento da Pixar desde Toy Story 3, Procurando Nemo 2. E ainda em pré-produção uma animação sobre O Dia dos Mortos. E futuros projetos ainda incluem um quarto Toy Story e uma continuação para Os Incríveis.
Essa é a Disney, e seu crescente Império Cinematográfico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário