terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Monstros S.A.: mais um relançamento em 3D de fracasso?

Primeiro, vale dizer que, em média, custa US$1 milhão para converter cada dez minutos de filme. Com custo de produção tão baixo nenhum relançamento em 3D chegou a dar prejuízo. Entretanto, comparando a bilheteria com o filme original, já tivemos dois fracassos.
O Rei Leão foi o 1° relançamento em 3D e fez excelentes 22% do que havia arrecadado originalmente. Depois veio A Bela e a Fera com 17%. Em seguida o primeiro "fracasso": Star Wars Episódio I: A Ameaça Fantasma fez somente 11%. Já em Abril veio mais um sucesso: Titanic fez 18%. E em Setembro, mais um fracasso: Procurando Nemo 3D arrecadou míseros 6% do que o lançamento original havia feito.
E amanhã chega a vez de Monstros S.A. 3D voltando aos cinemas depois de 11 anos. Para o relançamento não ser um fracasso ele deve fazer pleo menos 15% dos US$525 milhões originais que o filme arrecadou, ou seja, pelo menos US$78 milhões. Só resta aguardar.
E para ano que vem já temos agendados os relançamentos de Jurassic Park, Star Wars Episódios II e III e A Pequena Sereia. Vale dizer que o relançamento de Independence Day foi cancelado assim como o de Top Gun. O primeiro sem explicações e o segundo devido a morte do diretor do filme Tony Scott (a Paramount achou que iria soar muito caça-níquel lançar o filme logo agora).

Nenhum comentário:

Postar um comentário