quinta-feira, 7 de março de 2013

Grandes Franquias VI: Atividade Paranormal

A franquia Atividade Paranormal começou em 2009 quando o filme de terror no estilo "found footage" com um micro orçamento (US$15 mil) estreou em alguns poucos cinemas nos Estados Unidos. Imediatamente, a reação das pessoas foi de susto total com o filme. Isso gerou um ótimo boca-a-boca que...Bem, é melhor ver mais sobre o primeiro filme abaixo. Enfim, o sucesso estrondoso do filme fez com que Atividade Paranormal se tornasse a nova tradição de Halloween nos cinemas, tendo uma sequência lançada todo ano em Outubro. Com isso, este ano teremos o quinto filme da franquia. Veja sobre a franquia toda abaixo:

-Atividade Paranormal



Oren Peli foi o diretor e roteirista do filme que conta a história de um casal que tem sua casa assombrada por um demônio. O principal produtor foi Jason Blum (que também produziu outros sucessos do terror como Sobrenatural, A Entidade e todos os outros filmes de Atividade Paranormal) e orçamento foi de míseros US$15 mil. O filme foi gravado na casa do próprio Oren e, sendo um filme independente (sem um grande estúdio por trás - aliás, sem nenhum estúdio), foi exibido em alguns festivais em 2007. A Paramount, então, comprou os direitos pelo filme e por qualquer possível sequência na América  do Norte por US$350 mil. Inicialmente, a ideia do estúdio era fazer um remake do filme. Mas Oren e Blum acharam que o filme original deveria ter uma audição teste com o público, primeiro. A audição foi um sucesso e decidiu-se que não seria feito um remake para lançamento nacional: o filme original seria lançado apenas com algumas edições e um novo final. Sendo o ótimo e assustador filme que é, Atividade Paranormal  foi lançado em 2009 e fez uma bilheteria de US$107 milhões na América do Norte e mais US$85 milhões no resto do mundo, para um total mundial de US$192 milhões. Um filme de terror receber ótimas críticas e fazer uma bilheteria enorme como ocorreu com este filme foi (e ainda é) algo raro de se ver.

-Atividade Paranormal 2



E é obvio que o mega sucesso do primeiro filme geraria uma sequência. Atividade Paranormal 2 chegou aos cinemas um ano depois do original, em 2010. Os custos baixíssimos de produção (US$5 milhões) garantiram ao filme, que é um prelúdio do primeiro contando a história de Kristi (a irmã de Katie do filme anterior), mais um sucesso de bilheteria (US$177 milhões). Ainda que o suspense, a tensão e a originalidade (apesar de que o primeiro filme não foi totalmente original, apenas usou uma fórmula que estava adormecida desde A Bruxa de Blair) tenham decaído nesta sequência, os sustos aumentaram significativamente.

-Atividade Paranormal 3



Mais um halloween, mais uma sequência. E assim, em 2011, Atividade Paranormal 3 foi lançado. E, numa grata surpresa, se mostrou melhor que o filme anterior. Sequências como a da Loira do Banheiro e da câmera no ventilador se mostraram, além de inventivas, bem assustadoras. Os eventos narrados giram em torno da infância das irmãs Katie e Kristi que já eram assombradas por um demônio, e, portanto, se passam  18 anos antes dos eventos dos filmes anteriores. Mais um sucesso de bilheteria (US$207 milhões) para um baixo orçamento (US$5 milhões).

-Atividade Paranormal 4



A sequência mais decepcionante da franquia. Ainda que a parte final do filme seja ótimo e muito assustadora, Atividade Paranormal 4 não consegue empolgar nem um pouco quanto os filmes anteriores. O público também não fez muita questão de conferir este filme no cinema, e como resultado, fez US$140 milhões nas bilheterias em 2012. Apesar disto ainda foi um sucesso (já que teve um orçamento de apenas US$5 milhões) e garantiu a data de lançamento de Atividade Paranormal 5 para este ano e aumentou as chances de um spin-off (intitulado As Fitas de Onxford) focado no púlblico latino ser lançado este ano ou ano que vem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário