terça-feira, 12 de março de 2013

Oz faz uma Poderosa estreia mundial de US$150 milhões

Na América do Norte: Depois de duas semanas, volta o boletim semanal das bilheterias mundiais. E, finalmente, o primeiro grande blockbuster de 2013 aportou nos cinemas. Oz - Mágico e Poderoso fez sua estreia e faturou ótimos US$79 milhões. Esse é o terceiro melhor final de semana de estreia de Março (atrás de Jogos Vorazes e Alice no País das Maravilhas) e a melhor estreia de 2013 até agora. Ainda que este valor seja 32% menor que a estreia de Alice, Oz é mais uma vitória da Disney que entregou mais uma de suas arrasadoras campanhas de marketing. Ainda é cedo para afirmar com exatidão, mas se Oz se segurar tão bem quanto Alice nas bilheterias ele fará até US$232 milhões na América do Norte. Num distante segundo lugar o campeão da semana passada, Jack - O Caçador de Gigantes fez mais US$10 milhões. O filme teve uma queda forte (de 64%), cujo principal motivo foi a estreia de Oz, concorrente direto. Jack tem US$43 milhões nos cofres e deve terminar sua corrida com US$55 milhões. Em terceiro, a comédia Uma Ladra sem Limites fez mais US$6 milhões e continua a maior bilheteria do ano na América do Norte, com US$116 milhões (título que deve passar a Oz até domingo que vem). E em quarto, a única outra estreia da semana: o filme de vingança e ação Dead Man Down, estrelado por Colin Farrell e Noomi Rapace bombou com US$5 milhões, apenas.

No Resto do Mundo: Em primeiro lugar Oz - Mágico e Poderoso estreou em cerca de 80% do mercado mundial. E estreou muito  bem, diga-se, com US$70 milhões. Sua estreia mundial foi de US$150 milhões, menor do que os US$210 milhões de Alice no País das Maravilhas em 2010. Se Oz seguir os passos desse filme, seu total mundial será de mais de US$700 milhões. Em segundo lugar, João e Maria - Caçadores de Bruxas fez US$10 milhões e elevou seu total mundial a quase US$200 milhões. Em terceiro lugar, o péssimo filme (eu conferi e posse realmente dizer isso) Duro de Matar - Um Bom dia Para Morrer fez mais US$9 milhões e seu total fora da América do Norte esté em US$177 milhões. Com isso, parece impossível que o quinto Duro de Matar alcance os US$250 milhões que Duro de Matar 4.0 fez também fora da América do Norte. E  lá embaixo no ranking, Ted elevou seu total fora dos Estados Unidos e Canadá para US$327 milhões, ultrapassando a mesma quantia feita por Se Beber Não Case Parte II, e assim se tornando a maior bilheteria para um comédia classificada R (proibida para menores de 17 anos).

Nenhum comentário:

Postar um comentário