quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Vovô Sem Vergonha destrona Gravidade

Boletim Semanal das Bilheterias do Final de Semana de 25 a 27 de Outubro.
Na América do Norte: O spin-off de Jackass, intitulado Jackass Apresenta: Vovô Sem Vergonha teve uma ótima estreia e tirou Gravidade do primeiro lugar. Vovô fez US$32 milhões, uma quantia que, apesar de pior que a estreia de Jackass 3 (US$50 milhões), é melhor do que a dos dois primeiros filmes. Entretanto, nunca foi esperado que o filme, sendo um spin-off bem diferente da franquia original, fosse fazer tão bem quanto o 3° filme e, portanto, essa é uma ótima estreia. Em 2°, Gravidade fez mais US$20 milhões para um excelente total de US$199 milhões (que deve chegar a até US$50 milhões mais que isso). Em 3°, Capitão Phillips fez mais US$12 milhões para um total de US$70 milhões. Em 4°, outra estreia, O Conselheiro do Crime, filme com elenco mega estrelado (Brad Pitt, Cameron Diaz e Penelope Cruz, por exemplo) e dirigido por Ridley Scott flopou feio com apenas US$8 milhões. Em 5°, Tá Chovendo Hambúrger 2 fez mais US$6,2 milhões para um total de US$101 milhões, e agora é certeza que ele fará menos que os US$125 milhões do primeiro filme. E em 6°, Carrie, a Estranha teve uma queda forte (63%) e fez mais US$6 milhões para um total de US$26 mi até o momento. A marca dos US$40 milhões ainda está em jogo.

No Resto do Mundo: Gravidade dominou pela 4ª (e última, afinal Thor 2 estreia agora) semana seguida. O filme teve seu melhor final de semana, arrecadando US$37 milhões. Agora parece ser certeza que o filme fará mais de US$600 milhões mundialmente - isso depende do quanto a estreia Thor irá prejudicar o desempenho do filme. Em 2°, Tá Chovendo Hambúrger 2 fez US$18 milhões, e, se na América do Norte ele fará menos que seu filme antecessor, deve compensar essa diferença no resto do mundo. Em 3°, Turbo fez mais US$14 milhões e elevou seu total mundial para fracos US$246 milhões. É praticamente impossível que o filme alcançará a marca dos US$315 milhões, que é a média para um filme não-sequência da DreamWorks Animation. E vale notar que Meu Malvado Favorito 2 ultrapassou a marca dos US$900 milhões mundiais: esse é o 27° filme na história a conseguir tal feito e o 5° de animação (os outros são Shrek 2, Procurando Nemo, O Rei Leão e Toy Story 3).

sábado, 26 de outubro de 2013

Análise: Quão grande será o efeito pós-Vingadores em Thor: O Mundo Sombrio?

Sexta-feira, a meia-noite, eu (e mais um monte de brasileiros, certamente) verei a pré-estreia de Thor: O Mundo Sombrio. E, sendo certo que ele será um sucesso de público, quão alta será sua bilheteria?
Para começar, vale destacar que todas as sequências da Fase 2 do Universo Cinematográfico Marvel arrecadarão uma quantia substancialmente maior que seus antecessores. Afinal, eles vem após o mega-sucesso Os Vingadores, a terceira maior bilheteria da história. Esse efeito pós-Vingadores levou Homem de Ferro 3 a arrecadar mais 95% que seu antecessor mundialmente e mais 31% na América do Norte.
E é muito provável que o mesmo ocorra com Thor 2 já que, apesar de Thor não ser nem um pouco tão popular quanto Homem de Ferro, ele tem uma base de público maior para expandir já que o primeiro filme arrecadou US$450 milhões (ante os US$612 milhões de Homem de Ferro 2). Se O Mundo Sombrio tiver um aumento da mesma porcentagem de Homem de Ferro 3, sua bilheteria na América do Norte seria de US$237 milhões e mundialmente, de US$875 milhões.
De qualquer forma, mesmo que ele não faça essas quantias, ele será um grande sucesso para Marvel e Disney. Cada vez mais, a Marvel se define como uma verdadeira campeã nos cinemas, não só em bilheterias, mas em qualidade também.

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Carrie não impede Gravidade de vencer o final de semana pela 3ª vez

Boletim Semanal das Bilheterias do final de semana de 18 a 20 de Outubro.
Na América do Norte: Gravidade conseguiu o primeiro lugar nas bilheterias pela terceira semana seguida. É a primeira vez que um filme consegue isso desde O Hobbit nos três ultimos finais de semana do ano passado. Gravidade fez mais US$30 milhões (queda de apenas 31%) para um total de incríveis US$169 milhões. Em 2°, Capitão Phillips, depois de sua ótima estreia semana passada, também teve uma queda leve (36%) e fez mais US$16,4 milhões para um total de US$52 mi. O filme ainda continua no caminho para um total de mais de US$100 milhões, uma quantia que não é atingida por um filme em live-action de Tom Hanks desde Anjos e Demônios em 2009.
Em 3°, a maior estreia da semana, a readaptação de Carrie, a Estranha, estrelada por Chloe Moretz e Julianne Moore e dirigida por Kimberly Peirce, fez US$16,1 milhões. Essa é uma boa quantia (ainda mais que o orçamento do filme foi de apenas US$30 milhões), mas está abaixo dos US$20 mi esperados e é apenas a 7ª maior do gênero esse ano. Entretanto, Carrie é o único filme de terror a estrear em Outubro (mês do Halloween) e, por isso, deve se segurar melhor que os filmes desse gênero em geral (e portanto deverá ter uma bilheteria final entre US$40 e US$50 milhões. Em 4°, Plano de Fuga, outra estreia, estrelada por Arnold Scharzenegger e Sylvester Stallone, decepcionou com apenas US$10 milhões. Essa quantia já era esperada, porém, visto que os filme dos dois não estão mais fazendo sucesso (com exceção da série Mercenários) - o último filme de Arnold e o último de Sylvester fizeram bilheterias finais de, respectivamente, US$12 e US$9 milhões. E lá em 8° lugar, O Quinto Poder, filme estrelado por Benedict Cumberbatch, que conta a história do fundador do polêmico WikiLeaks, flopou feio com apneas US$1,6 milhões.

No Resto do Mundo: Gravidade ficou em primeiro novamente, com mais US$33 milhões, para um total mundial de US$285 milhões até o momento. Em 2°, Turbo fez mais US$16 milhões para um total mundial de apenas US$224 milhões. Se muitos consideraram a bilheteria de A Origem dos Guardiões (US$307 mi) ruim para os padrões da DreamWorks Animation, não dá para não chamar Turbo de fracasso (dificilmente ele chegará nessa quantia). E em 3°, Wolverine- Imortal finalmente estreou na China, arrecadando US$14 milhões. O total fora da América do Norte é de US$257 milhões (o melhor da franquia), mas o 3° maior mundialmente (US$389 milhões).

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Os Filmes de Terror deste Halloween 2013

O Halloween, dia das bruxas está chegando. Faltam apenas duas semanas para o 31 de Outubro e, como ano passado, compilei aqui uma lista dos filmes de Terror que serão lançados nos meses de Outubro Dezembro, no Brasil ou nos E.U.A. Então, confira abaixo o que de assustador vai passar nos cinemas e corra para o cinema para ver seus favoritos:



-Silent Hill: Revelação
Estreia no Brasil: 11 de Outubro
Estreia nos E.U.A: 26 de Outubro de 2012
Um ano depois do lançamento nos Estados Unidos, Silent Hill: Revelação chega ao Brasil. Ano passado, quando fiz um post similar a esse, lá constava o nome desse filme mas com um ponto de interrogação na data de estreia nacional (não se sabia nem se ele iria para o cinema ou seria lançado direto para home video). Mas, mesmo com as péssimas críticas, o espectador brasileiro poderá ver Revelação em 3D na tela grande.


-Uma Noite de Crime
Estreia no Brasil: 1° de Novembro
Estreia nos E.U.A: 7 de Junho
Um dos maiores sucessos de terror deste ano, já arrecadou mais de US$87 milhões ante um custo de produção de US$3 milhões. Pena que as críticas não sejam boas assim, apesar da premissa bem interessante do filme (12 horas em que todo tipo de crime pode ser cometido sem infringir a lei). O fato de Uma Noite de Crime estrear aqui no mesmo dia de Thor 2 deve previni-lo de fazer uma boa bilheteria aqui como a de Entidade ano passado.


-Sobrenatural: Capítulo 2
Estreia no Brasil: 22 de Novembro
Estreia nos E.U.A: 13 de Setembro
Depois do mega-sucesso Invocação do Mal (US$310 milhões - a terceira maior bilheteria para um filme de terror na história!) e Mama (US$146 milhões), Sobrenatural: Capítulo 2 é a terceira maior bilheteria de terror do ano (US$116 milhões). A sequência do sucesso de 2010 não recebeu críticas tão boas quanto seu antecessor mas agradou o público em geral.


-Carrie, a Estranha
Estreia no Brasil: 6 de Dezembro
Estreia nos E.U.A: 18 de Outubro
Tendo acabado de estrear na América do Norte, a mais nova adaptação do livro (que eu amo) de Stephen King, Carrie, a Estranha vem recebendo boas críticas (em especial por unir os talentos da diretora Kimberly Peirce com os das atrizes Chloe Moretz e Julianne Moore). Sendo o único filme de terror em cartaz durante o Halloween nos Estados Unidos, ele deve ser um sucesso de bilheteria (e eu estou muito ansioso para assisti-lo).

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Ótima estreia de Capitão Phillips não tira a gigante Gravidade do primeiro lugar

Boletim Semana das Bilheterias de 11 a 13 de Outubro
Na América do Norte: Gravidade, após sua enorme estreia semana passada, continuou no primeiro lugar. O filme teve a menor queda da história no segundo final de semana para um filme que estreou com mais de US$50 milhões (apenas 23%) e fez mais incríveis US$43 milhões, elevando seu total para US$122 milhões. Essa pequena queda se deve a ótima recepção do filme aliado ao fato que esse é um daqueles filmes que você precisa ver em 3D (igual Avatar), e, assim, é certeza que Gravidade fará mais de US$230 mi, podendo ter uma bilheteria final de até US$300 mi, o que é fantástico para qualquer filme, ainda mais para um original. Em 2° lugar, Capitão Phillips, drama dirigido por Paul Greengrass e protagonizado por Tom Hanks, teve uma ótima estreia, bem maior do que o esperado, fazendo US$26 milhões. Seu desempenho se deve às ótimas críticas que vem recebendo (do público e crítica especializada) e por ser o primeiro filme de Hanks em anos que deve ser indicado a prêmios, além de uma ótima campanha de marketing. Como o filme deve se segurar bem, um total maior que US$100 milhões é bem provável. Em 3°, Tá Chovendo Hambúrguer 2 se segurou bem e fez mais US$14 mi, para um total de US$78 milhões. E em 4° lugar, Machete Mata, a continuação de Machete, teve uma estreia péssima. Mesmo tendo muito mais estrelas do que o primeiro filme (incluindo Mel Gibson, Charlie Sheen e Lady Gaga), Machete Mata teve uma estreia 67% menor que a de seu antecessor, arrecadando apenas US$4 milhões. Sua bilheteria final deve ser de, no máximo, US$9 milhões, também bem abaixo dos US$26 mi do primeiro Machete.

No Resto do Mundo: Gravidade também venceu com mais US$28 milhões, para um total mundial de US$191 milhões. Vale notar que o filme está tendo leves quedas por todo o mundo, por isso, ainda é cedo para afirmar o quão grande será Gravidade mas pode ser que ele faça mais que US$600 milhões. Meu Malvado Favorito 2 fez mais US$10 milhões, total mundial de US$885 mi (o sexto maior para um filme de animação) e Tá Chovendo Hambúrger 2 fez mais US$9 milhões, para um total mundial de US$100 milhões.

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Crítica: Gravidade


Se ano passado, As Aventuras de Pi levou, com honra, o prêmio de melhor 3D do ano, esse ano ele vai, com absoluta certeza para Gravidade.
Gravidade traz os astronautas Dra. Ryan Stone (Sandra Bullock) e Matt Kowalski (George Clooney) perdidos no espaço fazendo o possível para sobreviver depois que um terrível acidente em cadeia destrói sua nave Explorer, em que realizavam uma missão: a primeira de Stone e a última antes da aposentadoria de Kowalski.
O espaço sideral é imenso, assustador e belíssimo. Afinal, é um enorme vazio negro, sem nada a não ser vistas lindíssimas da Terra e das estrelas. E Gravidade, com seu primor técnico, consegue justamente nos passar isso. O 3D capta a profundidade do espaço com perfeição e nos aproxima dos personagens que vem para próximo de nós. Os movimentos de câmera que o diretor Alfonso Cuáron faz são impressionantes. Afinal, são longas cenas sem cortes, com a câmera passando livremente pelo espaço, dando a volta na Estação Espacial e acompanhando cada um dos personagens que parecem realmente estar a gravidade zero do espaço. Os efeitos especiais intensificam as cenas bem como os cuidados técnicos. Por exemplo, em vez de Cuáron colocar em primeiro plano com o 3D um cadáver de uma astronauta, ele opta por um brinquedo de Martin, o Marciano (sim, o dos Looney Tunes, num daqueles momentos em que você sorri com a identificação do personagem). O morto vem depois ao fundo, mas assusta tanto quanto se viesse em primeiro. A câmera dentro do capacete de Sandra Bullock e as lágrimas de sua personagem que vão em direção a tela são bons exemplos também. E se o 3D não fica tacando coisas na cara das pessoas o tempo todo, ele o faz em uma cena que fica marcante e te dá a sensação de perigo, quando os destroços de um satélite são arremessados forte em você.

A tensão é justamente o que marca o filme. Quando você pensa que o perigo passou e a Dra. Stone está salva, outro problema surge, prendendo sempre  sua atenção para o que será que vai acontecer a seguir. O drama de Stone é forte e seu dilema, se não seria melhor desistir de uma vez e não viver mais já que ela nem tem ninguém mesmo e Sandra Bullock defende tudo seu papel com garra, no que talvez seja a melhor atuação de sua carreira (e merecedora de uma indicação ao Oscar, quem sabe). E o personagem de George Clooney (ótimo) garante alguns bons alívios cômicos.
E devo falar da cena final: ela é perfeita e o melhor fim que poderia ter sido feito para Gravidade. É marcante e simbólico.
A recomendação para esse filme excelente com uma direção perfeita de Alfonso Cuáron é: assista. Assista hoje, assista em 3D e na maior tela de cinema que você puder. Certamente vele o "esforço" de sair de casa e ir para a imensidão do espaço sideral.

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Alta estreia para Gravidade

Depois de duas semanas, o retorno do Boletim Semanal das Bilheterias!
Na América do Norte: Gravidade teve uma estreia fantástica! Em seu primeiro final de semana o filme 3D dirigido por Alfonso Cuáron e estrelado por Sandra Bullock fez US$56 milhões. Essa é a segunda maior estreia de um filme original em 2013, somente atrás de Guerra Mundial Z (US$66 mi) e na frente de O Grande Gatsby (US$50 mi). Com a excelente recepção por crítica e público, Gravidade certamente fará mais que US$150 milhões. Mas esse valor pode chegar a até US$220 mi. Vale notar que o filme teve 80% dos seus ingressos vendidos para sessões 3D. Afinal, Gravidade é um filme em que grande parte da magia esta no 3D (similar a As Aventuras de Pi, Avatar ou Hugo). Em 2°, Tá Chovendo Hambúrger 2 arrecadou mais US$20 milhões para um total de US$60 mi até o momento, desempenho similar ao do primeiro filme. Como o próximo filme de animação só estreia em 1° de Novembro é provável que Hambúrger 2 consiga fazer uns US$120 milhões de bilheteria final. E em 3°, Aposta Máxima, filme estrelado por Ben Affleck e Justin Timberlake flopou feio em sua estreia, arrecadando apenas US$8 milhões, a pior estreia para um filme de Timberlake e a segunda pior para um filme de Affleck.

No Resto do Mundo: Gravidade teve uma estreia internacional muito boa também com US$28 milhões arrecadados em 27 mercados. Nas próximas cinco semanas o filme estreará no resto do globo com exceção do Japão (dezembro) e da China (onde ainda nem se sabe se o filme será lançado, mas, se for, do jeito que o páis gosta do 3D , ele certamente terá um bom desempenho). Aliás, Gravidade estreia dia 11 próximo aqui no Brasil e até domingo devo fazer a crítica. Em 2°, Tá Chovendo Hambúrger 2 fez US$8 milhões, em poucos países lançado até agora. E em 3°, O Cavaleiro Solitário teve uma boa estreia na China arrecadando US$7 milhões. Entretanto o total mundial do filme é de apenas US$255 milhões ante um orçamento gigantesco de US$215 milhões (além das despesas com marketing, é claro), e é impossível não considerar esse filme um grande fracasso de bilheteria.