quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Smaug tem estreia menor que primeiro Hobbit, já tem US$205 milhões arrecadados

Na América do Norte: O Hobbit: A Desolação de Smaug estreou em primeiro lugar, como era óbvio que ele o faria. Sua estreia foi de US$74 milhões, o que é 13% menor do que a estreia do primeiro Hobbit no ano passado. Uma queda já era esperada, devido a recepção mais ou menos do público ano passado. Ainda assim, essa foi a 9ª maior estreia do ano e a 4ª maior para o mês de Dezembro (atrás do primeiro Hobbit, Eu sou a Lenda e Avatar). Se A Desolação de Smaug se segurar tão bem quanto O Hobbit: Uma Jornada Inesperada ele fará US$265 milhões de bilheteria final, sendo o primeiro filme da série de O Senhor dos Anéis a não ultrapassar a marca dos US$300 milhões na América do Norte. Em segundo lugar, Frozen - Uma Aventura Congelante fez mais US$23 milhões para um total de impressionantes US$165 milhões. Se Frozen continuar se segurando assim, pode ser que ele passe a marca dos US$300 milhões: seria, assim, o 3 filme original de animação a ultrapassar essa quantia (após O Rei Leão e Procurando Nemo). Em 3° lugar, a estreia O Natal de Madea, o mais novo filme da personagem Madea, decepcionou. Ele fez apenas US$16 milhões, enquanto que o mínimo esperado para ele era US$20 milhões. E em 4° lugar, Jogos Vorazes: Em Chamas aumentou seu total para US$358 milhões, após faturar US$14 milhões no final de semana.

No Resto do Mundo: O Hobbit: A Desolação de Smaug fez ótimos US$135 milhões, em sua estreia em 49 mercados. Segundo a Warner Bros. esse valor é 3% maior que a estreia de Uma Jornada Inesperada. O bilhão mundialmente parece ser difícil de alcançar. Em 2°, Frozen fez mais US$31 milhões, para um total mundial de US$270 milhões, que deve chegar a mais de US$650 milhões. E em 3°, Jogos Vorazes: Em Chamas, que foi o campeão por três semanas, sofreu com a competição de Hobbit, e fez mais US$19 milhões, para um total mundial de US$730 milhões (o que já é maior que o primeiro Jogos e é a quinta maior bilheteria do ano até o momento).

Nenhum comentário:

Postar um comentário