segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Análise: Frozen: um bilionário a caminho

Se há três meses atrás, você dissesse que Frozen - Uma Aventura Congelante ultrapassaria o bilhão, provavelmente chamariam você de louco e te tacariam pedras. Afinal, apenas um filme de animação já ultrapassou essa quantia, e era uma sequência há muito esperada, Toy Story 3. Além disso, apenas quatro filmes originais ultrapassaram o bilhão (Titanic, Avatar, Alice no País das Maravilhas e Jurassic Park - esse último só com o auxilío de um relançamento em 3D). Por último, a Walt Disney Animation Studio só voltou a fazer grandes bilheterias com seus clássicos agora com Enrolados e Detona Ralph. E, sem ajustar pela inflação, foram só seis Clássicos Disney que fizeram bilheterias mundias maiores que US$400 milhões (foram eles, A Bela e a Fera, Tarzan, Detona Ralph, Aladin, Enrolados e O Rei Leão). Portanto era loucura esperar US$1 bilhão de Frozen.
Mas eis que, agora, dia 03 de Fevereiro de 2014, as chances de Frozen alcançar essa invejável marca é de 80%, digamos assim. Até hoje, a bilheteria mundial do filme está em US$864 milhões. Neste último final de semana, o filme se tornou a maior bilheteria de animação na Coreia do Sul e teve a maior estreia de animação na Suiça. Na América do Norte, Frozen se tornará a maior bilheteria do ano para uma animação e antes de encerrar sua corrida, se tornará a quarta maior bilheteria de animação na história. Mundialmente, o filme deve se tornar a 2ª maior bilheteria de animação, atrás apenas de Toy Story 3 (US$1,063 bilhão). Entretanto, se o filme se mostrar realmente forte nos países que não estreou (Japão e China) e não tomar uma "surra" muito grande da estreia de Uma Aventura LEGO, então... Frozen pode se tornar a maior bilheteria de animação da história!

Nenhum comentário:

Postar um comentário